Tags

HDT e HMI discutem parceria para otimizar assistência aos pacientes

17 de setembro de 2020

Com o objetivode fortalecer o trabalho da rede hospitalar do Estado de Goiás, otimizando aassistência aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) e alcançar um atendimento de qualidade e segurança aos usuários, as diretorias do Hospital Estadual de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT) e doHospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) vêm discutindouma parceria.

O primeiropasso para essa parceria aconteceu no mês passado, quando os diretores do HMI fizeram uma visita ao HDT, para conhecer melhor a unidade e discutir com adiretoria a viabilidade de uma parceria. O HDT – referência em doençasinfecciosas e dermatológicas – possui uma baixa ocupação em pediatria e o HMI -referência em tratamento de média e alta complexidade -, possui uma demandamuito grande de pacientes pediátricos, muitos deles com o perfil do HDT.

Segundo adiretora regional do IGH, OSS gestora do HMI, Rita de Cássia, a contribuiçãoentre as unidades visa reforçar o apoio conjunto e otimizar a assistência. “OHMI é uma referência em nosso Estado para os mais diversos atendimentospediátricos. Rotineiramente, recebemos pacientes com doenças infecciosas e/ oudermatológicas. O apoio entre as unidades facilitaria a regulação etransferência de pacientes com esse perfil, desafogando o setor pediátrico doHMI. O HDT poderá ter os leitos pediátricos ocupados e fortalecer suaresidência médica. Com essa otimização na assistência, as unidades garantem ummelhor atendimento à população”, salienta.

A diretoratécnica do HDT, Dra. Vívian Furtado, celebrou os resultados obtidos na primeirareunião e reforçou que a unidade está pronta para apoiar nas demandas de leitospediátricos. “O HDT possui um perfil muito específico de pacientes. Atendemoscasos de doenças infecciosas e dermatológicas. Estamos prontos e engajados parareceber pacientes pediátricos do HMI e auxiliar na oferta de leitos”. disse adiretora.

O diretorgeral do HDT, Bruno Almeida, reforçou a importância da ajuda mútua entre asunidades de saúde do Estado. “Fiquei muito satisfeito com os resultados obtidosna nossa reunião. As unidades de saúde públicas e privadas precisam fortalecerlaços entre si e somar forças para o atendimento prestado ao povo goiano.Considero que evoluímos muito nesse quesito e que, esse momento de pandemiaexige que nos unamos ainda mais para prestar a melhor assistência possível aquem precisa”, complementou o diretor.

Por: Igor Guimarães

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito