Tags

HDT promove palestra para debater a desnutrição hospitalar

30 de junho de 2021

Por: Igor Guimarães

 

O Hospital Estadual de Doenças Tropicais dr. Anuar Auad (HDT), unidade gerida pelo Instituto Sócrates Guanaes (ISG), promoveu na manhã desta quarta-feira, 30 de junho, palestra com o tema: Diga não à desnutrição hospitalar. O encontro, que ocorreu no auditório da unidade e foi transmitido para todos os colaboradores por meio de um aplicativo de videoconferência, foi ministrado pelo especialista em nefrologia, nutrologia e nutrição parenteral e enteral, Dr. Rodrigo Costa Gonçalves.

O tema da desnutrição hospitalar tem provocado intensos debates nos serviços de saúde por ser uma condição presente em aproximadamente 60% dos pacientes internados em hospitais e representar uma condição capaz de deixá-los vulneráveis a uma série de patologias.

A coordenadora do setor de nutrição do HDT, Nathalya Mosonowa, esclarece que a discussão do tema visa, entre outras coisas, alertar a equipe acerca da seriedade do assunto. “Além de estar presente em grande parte dos pacientes, a desnutrição hospitalar traz diversos outros cenários nocivos à assistência, como: aumentar em mais de quatro vezes o risco de lesão por pressão, triplicar o tempo de internação e acentuar consideravelmente os custos hospitalares. Vamos promover abordagens inloco com nossa equipe multiprofissional para chamar a atenção acerca do assunto. O nosso objetivo é criar mecanismos que nos permitam diminuir esse impacto cada vez mais”, finalizou a coordenadora.

Para o palestrante do dia, Dr. Rodrigo Costa, a iniciativa do HDT em proporcionar a discussão de um tema tão relevante evidencia a preocupação da unidade com a assistência prestada aos pacientes. “Tenho replicado essa palestra em diversas unidades de saúde e a participação tão maciça dos colaboradores do HDT evidencia de maneira clara e notória a preocupação dos profissionais da unidade em gerar mudança e qualificar ainda mais a assistência prestada aqui”, pontuou.

Segundo a gerente operacional do hospital, Camila Costa, a abordagem ao assunto é essencial para qualificar os cuidados praticados na unidade. “Precisamos mudar com urgência este cenário. A desnutrição é uma doença muito prevalente dentro dos hospitais e, ao mesmo tempo, uma das condições menos tratadas e diagnosticadas. Não há outra forma de mudar essa realidade sem refletir acerca do assunto e qualificar a nossa equipe para buscar melhoria contínua na assistência que prestamos”, finalizou.

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte