Tags

A vitória da pequena Maitê

11 de novembro de 2021

Por Olenka Lasevitch

Tudo indicava que o dia 9 de setembro de 2021 seria muito especial na vida da estudante Hadassa Vitória, de 18 anos. Era o dia do nascimento da sua primeira e, segundo ela, única filha: Maitê Vitória, que veio ao mundo na Maternidade do Hospital Estadual Azevedo Lima. Após o parto, no entanto, veio o susto. Maitê nasceu portadora de uma patologia neonatal pouco frequente, chamada gastrosquise, que consiste na exposição dos órgãos abdominais do bebê devido a uma malformação da parede abdominal. “Depois que eu vi a minha bebê, desmaiei”, conta Hadassa que nem por um momento desanimou ou perdeu a confiança de que tudo daria muito certo. A pequena Maitê passou por procedimentos cirúrgicos corretivos, realizados pela experiente equipe de cirurgia pediátrica do Azevedo Lima. Os procedimentos consistem na acomodação dos órgãos dentro da cavidade abdominal do bebê, em um processo que vai acontecendo aos poucos, à medida em que o bebê cresce e cria espaço e pele suficientes para o fechamento da cavidade. No dia 5 de novembro, cerca de dois meses após seu nascimento, a pequena Maitê teve alta para casa.

“Foram dias difíceis, mas aos poucos tudo foi se ajeitando, até que na segunda cirurgia já estava tudo bem e depois de muita espera pudemos estar com ela nos braços. Aos poucos os aparelhos foram sendo retirados e hoje a minha filha está bem, curada e mamando. Um verdadeiro milagre!”, conta Hadassa, lembrando que “o Azevedo Lima foi muito importante na vida da Maitê”.

https://globoplay.globo.com/v/10013740/

 

 

  • Maitê Vitória no colo da mãe Haissa VItória

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito