Tags

AOS COMPANHEIROS DO AZEVEDO LIMA

12 de novembro de 2018

Durante 73 anos, estegigante de portas sempre abertas à população vem colecionando histórias regadasa todos os tipos de sentimentos que compõem os dias e as noites dos plantões detrabalho. Algumas dessas histórias, às vezes, entrelaçam mãos, braços, abraços,destinos e sentimentos de forma a nos escancarar diante de nossa própriahumanidade.

 

Foi assim noepisódio deste final de semana, diante do triste desabamento do Morro da Boa Esperança, quando as equipesatuaram desde cedo no atendimento aos seis pacientes – adultos e crianças – quevieram para cá. Destes, quatro já tiveram alta, um permanece internado fora derisco, e o pequeno Arthur, infelizmente, mesmo diante de todos os esforços, nãoresistiu e faleceu.

 

“Por um triste episódio,o HEAL teve que atuar na resposta ao deslizamento ocorrido em Piratininga.Desde muito cedo, saltava aos olhos o empenho, a dedicação e o carinho do timepara com as vítimas. Quem estava no plantão se superou e outros deixaram asfamílias e vieram ao hospital para dar apoio”. 

(Rogério Casemiro – diretor técnico)

 

“Entre tantas outras coisas, o caso Arthurnos reafirma a ideia de time. Somos um serviço e não um hospital. Somos tantosno exercício do cuidar e não um bando de funcionários de crachá. Somos cada vezmais um hospital de respeito e compromisso. Somos o Azevedo Lima”. (FelipeRibeiro – coordenador médico da UTI)

 

“Obrigada por  tudo o que vocês fizeram pelo meu filho”  

(Renata Caetano – Mãe do Arthur)

“Mesmo tendo a certeza que a equipe ISG/HEAL agiriadesta forma diante de uma situação como esta, estou orgulhoso. Orgulhoso peladedicação e compromisso dos colegas, pelo sentido de solidariedade com opróximo, pela união das equipes assistenciais e administrativas realizando atéo que está acima das nossas capacidades, mas sempre dedicando seus talentospara cumprir a missão de cuidar e salvar vidas. Nossa equipe ISG/HEAL sempreatendeu com louvor a população Fluminense. Neste momento difícil, estamos emoração pelos que se foram e também pelas famílias que ficaram. Rogo que asautoridades competentes tenham foco e atenção especial para que eventos comoeste não voltem a se repetir, e ao Pai Eterno, que ampare as famílias de todasas vítimas.” 

(André Guanaes, diretor-presidente do ISG, que acompanhou todo oprocesso).

 

Serrada Boa Esperança, esperança que encerra, no coração do Brasil um punhado deterra. No coração de quem vai, no coração de que vem, Serra da Boa Esperança, meuúltimo bem. Parto levando saudades, saudades deixando. Murchas, caídas na serra,bem perto de Deus. Oh, minha serra, eis a hora do adeus. Vou-me embora, deixo aluz do olhar no teu luar.  Adeus! Levo naminha cantiga, a imagem da serra.  Seique Jesus não castiga um poeta que erra. Nós, os poetas, erramos porquerimamos, também, os nossos olhos nos olhos de alguém que não vem. Serra da BoaEsperança, não tenhas receio, hei de guardar tua imagem com a graça de Deus! Oh,minha serra, eis a hora do adeus. Vou-me embora, deixo a luz do olhar no teuluar. Adeus!”

(Letrada música Serra da Boa Esperança,composta por Lamartine Babo)

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte