Tags

Azevedo Lima é um dos primeiros colocados em captação de órgãos para transplante no Rio

20 de março de 2017

Nos últimos anos, acaptação de órgãos no Hospital Estadual AzevedoLima, em Niterói, vemaumentando. Em 2016 o hospital obteve 10 captações em 34 notificações de morteencefálica, o que representou um aumento de 30% em relação ao ano anterior,colocando a unidade em 5º lugar no ProgramaEstadual de Transplantes (PET). Em 2017, até a publicação desta nota, jáforam realizadas oito notificações com três captações.  

 

O Sistema Nacional deTransplantes (SNT) foi criado em 1997. O órgão é responsável pelo controle emonitoramento do processo de doação de órgãos e tecidos, bem como dostransplantes realizados no país. Segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasiltem hoje o maior sistema público de transplantes do mundo. Cada estadobrasileiro possui, em sua Secretaria Estadual de Saúde, uma Central deNotificação, Captação e Distribuição de Órgãos (CNCDO) que, no Rio de Janeiro,chama-se Programa Estadual de Transplantes. Este programa foi criado no ano de2010, junto com as quatro primeiras Comissões de Doação de Órgãos e Tecidospara Transplantes (CIHDOTT), entre estas, a do Azevedo Lima. A iniciativaproporcionou um melhor acolhimento aos familiares dos possíveis doadores.

 

Sempre que existe umasituação de morte encefálica, os hospitais fazem a notificação obrigatória aoPET e iniciam o contato com a família em busca da autorização para captação dosórgãos, enquanto a CNCDO faz a busca pelo receptor. Este é um processodelicado, mas salva ou melhora a qualidade de diversas vidas. Para oCoordenador da CIHDOTT do Azevedo Lima, Maximiniano Martins, “o crescimento nacaptação de órgãos no hospital é fruto do envolvimento dos nossos profissionaisnesta causa”. 

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte