Tags

Carta do Diretor-Presidente do ISG aberta ao público

17 de maio de 2018

“Emnome da cultura de transparência do Instituto Sócrates Guanaes (ISG), do nossocompromisso com a saúde e, acima de tudo, em respeito aos colaboradores eparceiros do Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL), administrado pelo ISG emNiterói, no Rio de Janeiro, venho por meio desta colocá-los a par da situaçãopela qual atravessa a unidade.

Conformeafirmado em nossa Constituição nos artigos 196, 197, 198, 199 e 200, “Saúdeé dever do Estado e direito do cidadão”. E, apesar de o Estado do Rio deJaneiro não conseguir cumprir com os repasses de recursos mensais para a gestãodo hospital acima citado, com seus deveres constitucionais e suas obrigaçõesmantidas em contrato, essa é a missão precípua do ISG, que a cumpre de maneiraabnegada desde a sua fundação. Mesmo após toda a crise econômica, financeira einstitucional instaurada no Rio de Janeiro, com muita dificuldade e graças auma postura altruísta do ISG, da diretoria e dos colaboradores do HEAL, atéaqui temos conseguido manter o Hospital Estadual Azevedo Lima de portas abertase uma boa assistência.

Ograu de inadimplência da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro(SES/RJ) com o contrato 004/2014 (ISG/HEAL) se tornou vultoso. Temos informadomensalmente à SES/RJ sobre a difícil situação do HEAL, por meio de ofícios eaudiências prévias com o governador e o vice-governador. Chegamos a um momentocrítico, há meses sem receber recursos mínimos necessários ao pagamento demateriais, medicamentos, fornecedores e impostos.

Maisuma vez, nesse mês de maio, recebemos um repasse de valor bem abaixo doacordado em contrato – apenas R$ 7 milhões dos R$ 15.123 milhões devidos –, oque, infelizmente, nos obrigou a priorizar o abastecimento do hospital(materiais e medicamentos) e o pagamento mínimo de fornecedores de serviçosessenciais, que estavam com seus pagamentos atrasados há meses e que, por isso,já ameaçavam uma paralisação até o dia 21 de maio. Esta decisão foi tomada emprol do nosso compromisso com a vida e da minha missão como médico erepresentante técnico do instituto, em conjunto com o colega Rogério Casemiro,representante técnico do HEAL. 

Destavez, o recurso recebido não foi o suficiente para o pagamento da folha.Acreditamos, sinceramente, que o governo do Estado tenha sensibilidade e possacumprir com os pleitos e promessas de um repasse mínimo solicitado, de R$ 20milhões, para que possamos efetivar o pagamento do mês.

Caroscolegas médicos, enfermeiros, farmacêuticos e administrativos: estamos no mesmobarco, unidos e solidários. Aguardamos que o Estado possa cumprir com seucompromisso e seu dever constitucional. O ISG vem tomando todas as medidascabíveis para que possamos regularizar esta situação, por todos os meios legaise éticos, nos âmbitos executivo, legislativo e judiciário.

Asituação é gravíssima. Mas, como homem de fé, médico, devotado a cuidar devidas, à frente do ISG, acredito que juntos poderemos reverter este cenário.Acredito na sensibilidade do governo do Estado e da SES/RJ para cumprimento dosseus deveres constitucionais.

Pautadopela transparência, um dos valores do ISG, compartilho com todos o materialabaixo, já amplamente divulgado. Nele constam as informações aqui expostas deforma detalhada, bem como um resumo das principais questões sobre pagamentos denossos funcionários e direitos trabalhistas”.  

  

André GuanaesMédico, Fundador e Diretor-PresidenteInstituto Sócrates Guanaes

RESUMO DA SITUAÇÃOFINANCEIRA DO ISG/CONTRATOS RJ (HERC-HEAL)

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte