Tags

Flavio Monteiro de Souza é o novo Diretor Técnico do Azevedo Lima

22 de agosto de 2017

Uma gestão que será feita com muitas mãos

Olenka Lasevitch

O Instituto Sócrates Guanaesestá adotando em suas unidades um organograma único, com estrutura composta porDiretoria Técnica e Diretoria Executiva, ao invés de apenas Diretoria Geral.Segundo o Superintendente Técnico-Científico, Dr. André Guanaes, “o novo modelofaz parte de uma estratégia de gestão para alcançar um resultado mais eficienteque, nos dias atuais, é uma questão de sobrevivência”. No Hospital EstadualAzevedo Lima o modelo foi adotado em maio, com a contratação do DiretorExecutivo Tiago Velloso e agora, com a chegada do novo Diretor Técnico, Dr.Flavio Monteiro de Souza, a composição volta a ficar completa. Dr. Flavio trazpara o Azevedo Lima sua larga experiência em saúde pública e em ensino epesquisa para dar continuidade ao processo desenvolvido até aqui. 

“Dr. Flavio tem umcurrículo adequado às necessidades do hospital, com diferenciais que sãoestratégicos para nós. Sou um grande admirador do trabalho dele, que conheci naSecretaria Estadual de Saúde, pelo perfil assistencial e também acadêmico, queinclui títulos de Mestre e Doutor, além do perfil de gestor público comexperiência. São atributos importantes para tocar o Azevedo junto com todosnós’’, explica André Guanaes.

O novo Diretor Técnico, que já foi responsável por todas asunidades de urgência e emergência do estado do Rio de Janeiro e professor emdiversas universidades, cumprimentou os representantes das equipesassistenciais e administrativas presentes ao encontro onde foi feita a suaapresentação, na sexta-feira, dia 18 de agosto, e afirmou que “É um imensoprazer estar aqui. Fui seduzido pela ideia de fazer parte do Azevedo Lima,porque ajudar as pessoas sempre fez parte do meu caminho, mesmo antes de fazermedicina. Tracei o meu destino no ensino e na pesquisa. Sou professor. Percebique cuidar bem das pessoas era o melhor meio para disseminar o atendimentoeficaz, pois dar o exemplo ao realizar a atenção de forma dedicada,ultrapassando muitas vezes o conhecimento técnico, é multiplicar o aprendizadopróprio e beneficiar o maior número de pessoas, sejam elas pacientes, alunos eequipes de trabalho. Muito além dos recursos dos quais dispomos, podemos sempredar o nosso carinho, dar a mão e multiplicar. Vamos fazer juntos uma gestão comtodas as mãos. Nosso primeiro objetivo deve ser o cuidado ao paciente, mas semesquecer do cuidado e da segurança das nossas equipes. Não consigo cuidar dopaciente se a minha equipe não estiver igualmente cuidada e motivada. E o quemotiva as pessoas é se sentirem harmoniosamente ligadas ao seu objetivo de vida”.

O Diretor Executivo,Tiago Velloso, reafirmou sua crença no terceiro setor: “Abracei a causa porqueacredito nela. Deixei uma grande empresa de saúde para me dedicar a estehospital. Este é um modelo de gestão que veio para ficar e eu quero fazer partedesta grande causa”.

Da esquerda para a direita: Dr. Flavio Monteiro de Souza, novo Diretor Técnico do HEAL; Tiago Velloso, Diretor Executivo; Dr. André Guanaes, Superintendente Técnico-Científico do ISG; Dr. Felipe Ribeiro, coordenador da UTI; e José Guilherme, assessor técnico. 

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte