Tags

Heal inicia parceria com HUAP para coleta, armazenamento e processamento de leite humano.

29 de novembro de 2017

Por Olenka Lasevitch

Nestasegunda-feira, 27 de novembro, um grupo de profissionais do complexo maternoinfantil do Azevedo Lima participou de um curso de capacitação profissional coma Nutricionista do Banco de Leite Humano do Hospital Universitário AntônioPedro (HAUP), Fernanda de Oliveira Lopes. Entre os temas abordados, estiveram aimportância de se observar corretamente a questão da extração, estocagem,transporte e processamento do leite humano, que são fundamentaispara garantir a segurança do produto. “O leite materno é de graça, já estápronto e na temperatura ideal para ser oferecido ao bebê”, ressaltouFernanda, lembrando-se da importância da ingesta pelo bebê que, além dereduzir a possibilidade de males  como  infecções, obesidade,ainda  facilita a digestão, diminuindo a chance do bebê sofrer com enjoose cólicas, oferece fatores de crescimento e anticorpos, o que garante suaproteção. A equipe de profissionais que participou do treinamento recebeu,ainda, informações sobre técnicas para retirada do leite materno, a composiçãodesde o colostro até o leite maduro e questões ainda mais técnicas, como ooferecimento do produto para recém-natos com alergias ou intolerânciaà lactose, entre outros.

“Estecurso foi uma das etapas para colocarmos em funcionamento a sala de coleta deleite humano do Azevedo Lima. Após o adequado recolhimento, o leite seráencaminhado ao Banco deleite Humano (BLH) do HUAP para serpasteurizado e depois parte dele retornará ao Azevedo Lima para seroferecido aos recém-nascidos como, por exemplo, os prematuros da Unidadede Internação e Unidade de Terapia Intensiva Neonatal”, explica a Coordenadorade Enfermagem da Maternidade, Vanessa Oliveira. Para as Técnicas de Enfermagem,Ana Maria Oliveira e Sandra Paiva, que participaram do evento, ter a sala decoleta funcionando fará muita diferença e para isso o curso foi uma grandeoportunidade. “Trabalho aqui há 14 anos, mas nem sempre houve esse incentivo econscientização às mães sobre o leite materno”, explica Ana Maria. “As mãesgostam que a gente oriente, que tire dúvidas. É um trabalho bonito este queestamos fazendo”, finaliza Sandra Paiva, que há 19 anos trabalha para o AzevedoLima.

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte