Tags

O público em primeiro lugar

31 de outubro de 2016

A Recepção e o Atendimento são uma espécie de cartão de visitas para o Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL). É através desses setores que grande parte do público externo tem o primeiro contato com a unidade ou recebe informações sobre os pacientes. Para valorizar ainda mais o papel desses colaboradores e aprimorar a qualidade de seus serviços, a Gerência de Ensino e Pesquisa realizou capacitação com foco na comunicabilidade. Os encontros, realizados na sala de treinamento do quarto andar na quarta-feira (25) e na quinta-feira (26), foram úteis para reforçar o padrão de atendimento e para a troca de experiências.
Durante a capacitação, os profissionais assistiram a um vídeo cujo tema foi a “Empatia”. A capacidade de se colocar na situação do outro e se comunicar adequadamente pensando em como atingir melhor seu público foi abordada nesse conteúdo audiovisual e depois discutida entre os participantes. Os colaboradores também viram duas encenações, realizadas com o apoio da equipe de Humanização. No primeiro caso, foi representada uma visita à Maternidade, em que o visitante estava em horário, vestimenta e documentação inadequados. No segundo, a situação abordada era a de uma pessoa que procura pelo pai, que veio a óbito no hospital.
Situações delicadas, que envolvem aspectos emocionais das pessoas, foram também levantadas pelos participantes. “A capacitação foi muito importante para aprendermos mais e também para mostrarmos como é fundamental que todos colaborem conosco para que o visitante e o acompanhante tenham uma informação rápida e adequada”, afirmou Adriana Martins Vieira, auxiliar do Atendimento. O respeito ao visitante, a procura por uma comunicação clara e polida e a capacidade de atender sempre que possível a contento as demandas de quem procura o hospital foram as principais lições tiradas da capacitação. Nos encontros, os profissionais também deram sugestões de como os setores assistenciais podem ajudar a melhor o atendimento na Recepção. “Acredito que esses encontros trarão bons desdobramentos para o hospital. A integração com todos os setores deve melhorar bastante”, ressaltou a coordenadora de Atendimento, Andrea Godinho. 
Os encontros também contaram com a participação da coordenadora do Serviço Psicossocial, Daiana Portela, que tratou de questões como direitos e deveres dos visitantes e acompanhantes e sobre documentação. Com o sucesso da iniciativa, a porta de entrada do HEAL vai contribuir ainda mais para a boa imagem da unidade junto à população.

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte