Tags

Profissionais do Azevedo Lima apresentam trabalhos em congresso internacional

26 de setembro de 2017

Por Olenka Lasevitch 

O Instituto Sócrates Guanaes e o Hospital Estadual Azevedo Lima estarão bem representados no XIII Congresso Mundial de Medicina Intensiva, que este ano será realizado no Brasil pela primeira vez, em novembro. Durante o evento serão apresentados cinco trabalhos baseados em experiências e dados do hospital, gerido pelo instituto. Foram quatro trabalhos do setor de Enfermagem e um da Reabilitação Hospitalar.
A Coordenação de Enfermagem do CTI Adulto e UPO desen-volveu quatro trabalhos, todos por meio de pesquisas com públicos do setor. Dois deles abordaram as expectativas das famílias dos pacientes em relação à satisfação com o tratamento, horário de visitas e conforto do paciente. O terceiro trabalho abordou o grau de entendimento dos técnicos de enfermagem em relação ao risco da medicação de alta vigilância e, finalmente, o quarto e último trabalho abordou a perspectiva do médico em relação ao cuidado paliativo, aquele que se adota quando não há mais expectativa de cura, e à limitação terapêutica no fim da vida. Todos os trabalhos do setor de Enfermagem do CTI Adulto e UPO foram de autoria ou coautoria das enfermeiras Tatiana Leandro, Priscila Nascimento, Lilian Cabral e Tereza Cristina Sarges. Para a Coordenadora Tatiana Leandro, “o trabalho em equipe é tudo e ninguém faz nada sozinho. É sempre bom construir, mesmo diante das dificuldades, criando oportunidades de melhoria no serviço prestado”.                                                                   
O trabalho apresentado pela Reabilitação Hospitalar abordou um programa que possibilitou o aumento expressivo no número de pacientes que tiveram alta do CTI andando. “Um paciente que estava em ventilação mecânica no CTI e sai caminhando representa um fator de qualidade muito alto, já que a ventilação mecânica reduz a capacidade de realizar atividades que dão independência para a vida em comunidade. E caminhar é uma das mais importantes”, relata o Assessor de Desospitalização e Reabilitação Hospitalar, Antônio Duarte, autor do trabalho.
Para o Coordenador do CTI, Dr. Felipe Ribeiro, que apoiou o desenvolvimento dos trabalhos, esta foi uma oportunidade única para divulgar o empenho de toda a equipe em melhorar cada vez mais o desempenho assistencial no Azevedo Lima. Todos os trabalhos enviados foram aceitos e posteriormente serão publicados em uma revista internacional, especializada em medicina intensiva.

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito