Tags

Uma equipe cada vez mais forte e acolhedora

2 de setembro de 2020

Por Olenka Lasevitch

O dia 14 de agosto foi um marco no tratamento de pacientes vítimas da Covid-19 no Azevedo Lima. Neste dia, zeramos os atendimentos e ficamos por mais de 48 horas sem nenhum paciente internado por esta causa no Hospital, depois de mais de 1.200 atendimentos. Há quem diga que após esta experiência nunca mais seremos os mesmos!
A Responsável Técnica pelo setor de Psicologia, Ediléa Oliveira, observou que as equipes se depararam com um momento que além de novo era inconstante e impreciso. Segundo a psicóloga, apesar da coesão entre todos, no momento inicial da pandemia o afastamento, a solidão e o fato de não poderem se tocar foram fatores que geraram estresse. “Por mais simples que possa parecer, um abraço é um forte símbolo de acolhimento, mas como não podíamos nos abraçar, criamos o projeto Palavras também abraçam, incluindo atividades como grupos de reflexão, exercícios de respiração, escuta, músicas, parábolas, poemas e dinâmicas. Desta forma, pudemos nos consolidar”, conta Ediléa, lembrando que com palavras as pessoas se acolhem e reforçam vínculos. “Um fortalecendo o outro em um grande abraço simbolizado por um cartão que a equipe de Psicologia confeccionou. Agora estamos mais tranquilos e revigorados, sempre cuidando uns dos outros e dos nossos pacientes”. 
A equipe da Reabilitação também atuou fortemente no apoio às equipes da linha de frente durante os primeiros meses da pandemia, quando tudo começou. “Tivemos que nos redimensionar para atender os pacientes com Covid, os pacientes sem Covid e a nós mesmos”, conta a coordenadora Adriana Morais. O trabalho da equipe de Terapia Ocupacional inclui muitas atividades que reúnem pessoas, como o cinema interativo e os mesões de pintura, entre outros, que precisaram ser suspensos, mas criatividade não faltou para tornar o dia a dia mais leve, como o desenvolvimento de uma cartilha com palavras cruzadas, caça-palavras e jogo dos erros, entre outros, oferecidas aos pacientes lúcidos. “Eles adoraram! Enquanto estavam distraídos, os pacientes esqueciam um pouco os momentos de angústia e medo pelo qual estavam passando”, conta Adriana. Para os colaboradores, a Fisioterapia organizou o projeto Cuidar de Você, com sessões de alongamento e relaxamento. O pessoal da Reabilitação também desenvolveu treinamentos para as equipes assistenciais, sobretudo os médicos, fisioterapeutas e enfermeiros, sobre a Posição Prona em pacientes ventilados, que ajudou na melhora dos internados com Covid. Os acompanhantes e familiares de pacientes não-Covid também não ficaram de fora. Para estes, a Reabilitação organizou um folder com dicas de prevenção e orientações quanto à reorganização da rotina na nova realidade, incentivo a atividades diárias e ocupações, entre outros. 
“Foi uma experiência única e inesquecível tanto profissional quanto pessoal neste momento de pandemia. Sentimentos diversos… Orgulho imenso em fazer parte deste time e acompanhar o planejamento e empenho desde a direção até as equipes assistenciais da ponta, sempre incansáveis”, conta Adriana.
“Com tudo isso, estreitamos ainda mais os laços e os vínculos e passamos a lidar melhor uns com os outros. Vamos cuidar para que seja para sempre”, finaliza Edilea.
Equipes fazem alongamento com o apoio dos profissionais da Fisioterapia
Cartões com mensagens, simulando abraços com palavras

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte