Tags

AME realiza rodas de conversa para debater a violência contra a mulher

26 de agosto de 2021

O AME- Pariquera-Açu aderiu à Campanha Agosto Lilás, que promove a conscientização contra a violência doméstica no Brasil, e realizou uma série de rodas de conversa para debater o tema e conscientizar as mulheres sobre seus direitos. Os encontros ocorreram no anfiteatro nos dias 06 e 20 de agosto. A primeira discussão contou com a participação da advogada e especialista no direito das famílias e em violência de gênero, Carla Arnoni.
Por meio de videoconferência, Carla apresentou estatísticas, dissertou sobre a Lei Maria da Penha e compartilhou experiências que vivenciou no âmbito jurídico. Já a segunda roda de conversa teve a presença da Patrulha da violência da Polícia Militar de Pariquera-Açu, com a cabo PM Vivian Marins Ferraz e o cabo PM Clayton Batista André. Eles falaram sobre o papel e a rotina do serviço especializado em atender e acompanhar periodicamente os casos de violência doméstica.
O mês de agosto foi escolhido para a campanha contra a violência doméstica porque marca a criação da lei Maria da Penha – sancionada em 7 de agosto de 2006, a lei completa 15 anos agora em 2021. Considerada pela ONU a terceira melhor lei contra a violência à mulher do mundo, ela definiu as formas da violência doméstica como física, sexual, patrimonial, moral e psicológica. Proibiu penas pecuniárias como o pagamento de pensões e cestas básicas, permitiu a prisão preventiva quando houverem riscos a integridade física e psicológica e alterou diversas leis penais para garantir a segurança e o apoio integral das vitimas
O AME de Pariquera-Açu possui em seu quadro de colaboradores uma grande maioria de mulheres e recentemente tem identificado sinais de violência nas pacientes, situação que possuiu aumento durante a pandemia. Por isso, além de promover o debate e a conscientização entre as colaboradoras, as ações foram importantes também para melhorar a qualidade do atendimento às pacientes, já que a equipe da assistência está melhor preparada para encaminhar corretamente essas mulheres a uma rede de apoio e proteção eficiente.
Para buscar ajuda, informações ou realizar denúncias sobre violência doméstica, ligue para a Central de Atendimento à Mulher: disque 180.

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte