Tags

Idoso tem atendimento prioritário e atenção especial

2 de outubro de 2020

Texto: Talita Araújo

Em 1 de outubro é comemorado o Dia Nacional do Idoso. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil possui mais de 28 milhões de pessoas na faixa etária acima de 60 anos e esse percentual tende a dobrar nas próximas décadas. No AME, os idosos já representam a maior parcela dos atendimentos.
A unidade está preparada para receber o paciente idoso. O atendimento segue as determinações da legislação vigente com reversa de vagas tanto para idoso como para pessoas com necessidades especiais, gestantes e portadores de autismo.
São 30 lugares dispostos pela recepção e nos outros setores devidamente sinalizados, além de corrimão e borracha antiderrapante nas escadas e elevador especial. O atendimento na recepção também é prioritário para o idoso e as demais pessoas que se enquadram na categoria do atendimento.
A assistente social Juliana Castro explica que, no contexto das prioridades de atendimento, as pessoas com mais de 80 anos devem ter uma maior prioridade. “Existe o atendimento prioritário para pessoas acima de 60 anos e foi aprovada uma lei que altera o estatuto do idoso. Esta lei permite que o paciente acima de 80 anos sejam a prioridade da prioridade”, fala Juliana.
O paciente idoso por muitas vezes necessita ainda de um atendimento que requer mais atenção. “A maior dificuldade que temos é quando o idoso está sozinho. Isso pode acarretar o não entendimento das prescrições e orientações médicas”, relata Juliana.
Na unidade, todos os colaboradores são orientados nestes casos a observarem e acionar o Serviço Social para que um familiar seja convocado ou um agente de saúde (quando o mesmo não tem familiar).

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte