Tags

Respire aliviado…Tuberculose tem cura!

27 de março de 2017

No dia 24 de Março celebrou-se o Dia Mundial deCombate à Tuberculose, doença infecciosa e transmissível que afetaprioritariamente os pulmões. O contágio ocorrepelo ar, através da tosse, espirro e fala da pessoa que está doente, que lançaos bacilos no ambiente. Quem convive próximo ao doente aspira esses bacilos epode também adoecer. Sabe-se que o bacilo pode permanecer no ambiente por umperíodo de até 8 horas, ainda mais quando o domicílio não é ventilado earejado.

Anualmente, são notificados cerca de 10milhões de novos casos em todo o mundo, levando mais de um milhão de pessoas aóbito. No Brasil, a tuberculose é um sério problema da saúde pública, comprofundas raízes sociais. A cada ano, são notificados aproximadamente 70 milcasos novos e ocorrem 4,5 mil mortes em decorrência da doença. Fique atento e saiba mais informações sobre a doença:

 

Oinfectologista e diretor de Ensino e Pesquisa do Hospital de Doenças Tropicaisdr. Anuar Auad (HDT/HAA), Dr. João Alves, falou sobre a doença e suasatualizações. Ele alertou para a importância do diagnóstico precoce. “Se uma pessoa estiver comtosse há mais de duas semanas, é importante que faça um exame de escarro, paraum diagnóstico rápido e já iniciar o tratamento”, informou o médico. Outra orientação feita foi sobre a prevenção: ”Uma maneira importante deprevenir a Tuberculose é o tratamento dos doentes quebrando a cadeia detransmissão”, afirmou o diretor da unidade gerida pelo Instituto Sócrates Guanaes emGoiânia.

HDT/HAA – O Hospital de Doenças Tropicais dr.Anuar Auad (HDT/HAA), referência em doenças infectocontagiosas, promoveu, pormeio da Diretoria de Ensino e Pesquisa (DEP), uma discussão sobre Tuberculosena última sexta-feira (24 de março), data em que é celebrado o Dia Mundial deCombate à Tuberculose. Durante o evento, a enfermeira técnica do Programa de Tuberculose e Divisãode Agravos Transmissíveis da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Aline SampaioBello, fez um panorama epidemiológico da Tuberculose, em Goiânia, alertandosobre os principais sintomas e a importância do diagnóstico precoce.

Compartilhar

Assine Nossa Newsletter

Receba as últimas novidades em seu e-mail

Esse site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições da nossa Política de Privacidade.

Aceito
Redimensionar fonte